As Doenças Auto Imunes da pele: psoríase, vitiligo, dermatite atópica e alopecia areata. O que você precisa saber sobre essas doenças

25 de outubro de 2021

Com o propósito de levar informações atualizadas às pessoas com psoríase e outras doenças auto imunes, seus familiares e aos profissionais da área de saúde, o Grande Encontro, que acontece há 19 anos consecutivos, de forma presencial, este ano, teve sua segunda edição virtual, em função da pandemia de COVID19. A novidade desse ano é a inclusão de outras doenças dermatológicas.   

Programação:
A cerimônia de abertura, teve início às 9h00, e foi conduzida pela proponente do Encontro, Vereadora Cris Monteiro, ao lado do dermatologista, Cid Yazigi Sabbag, diretor do Centro Brasileiro de Estudos em Psoríase – CBEP, parceiro desta iniciativa e do ex vereador, o médico Gilberto Natalini, idealizador do Encontro. Autoridades da área de saúde se pronunciaram e na sequência, médicos e profissionais das áreas de enfermagem, medicina, nutrição e fisioterapia, abordaram o tema As Doenças Auto Imunes da pele: psoríase, vitiligo, dermatite atópica e alopecia areata. O que você precisa saber sobre essas doenças. Há muito que se falar sobre o assunto, principalmente, em tempos de pandemia.

“Fiquei muito feliz em dar continuidade ao Encontro de Psoríase e Vitiligo e poder agregar a Alopecia Areata. Eu tenho alopecia areata, sou careca e convivo com isso desde criança. A trajetória foi bem espinhosa. Na infância eu me sentia envergonhada, tinha uma coisa para ser escondida. Eu fui crescendo e aquilo foi consolidando, mas sempre numa tentativa de resolver o problema. Eu cheguei num ponto, onde estou bastante confortável com a situação em que me encontro, tanto externa quanto interna. Chegou o momento em que me aceitei assim. Eu me considero uma mulher muito forte e muito inteira. Eu quero que esse meu caso sirva de exemplo para outras crianças e jovens que também sofrem com essa doença. Que esse encontro possa trazer mais qualidade de vida para essas pessoas com doenças autoimunes dermatológicas e que sofrem com o preconceito e a discriminação”, disse Cris Monteiro. 


A Psoríase
:

A psoríase é uma doença sistêmica que atinge vários sistemas e órgãos e que precisa ser levada a sério, devendo ser tratada multidisciplinarmente, depois de diagnosticada por um dermatologista. Estima-se que no Brasil o número de pessoas que convivem com a doença ultrapasse 3 milhões.

“São 18 anos de conquistas e ficamos orgulhosos em proporcionar o acesso a informações atualizadas as pessoas que têm a doença, seus familiares e aos profissionais da área de saúde. Nestes anos vimos muitos avanços no entendimento da psoríase que passou a ser vista, não mais como uma doença de pele, mas como uma doença sistêmica que envolve vários profissionais da área de saúde para seu controle. Isto e muito mais é apresentado às pessoas que participam deste evento único em nosso país.”, afirma Dr. Cid Sabbag, diretor do CBEP.


As principais conquistas dos 18 anos de Encontro:

Lei nº 15.987, PL nº 286/07, de autoria do Vereador Gilberto Natalini, que dispõe sobre o Programa de Apoio às Pessoas com Psoríase.

Lei nº 16.267, de 15 de setembro de 2015, de autoria do vereador Gilberto Natalini, que inclui o Dia Municipal de Atenção à pessoa com Psoríase no calendário oficial da cidade de São Paulo. 

Criação de 3 ambulatórios de psoríase e aquisição de 3 máquinas de fototerapia para o  PAM Maria Zélia Belenzinho, a UBS Maurice Pate- Penha e a UBS Jd. Ibirapuera, resultados de emendas do Vereador Gilberto Natalini.

Produção de 300.000 cartilhas educativas sobre psoríase.

Criação de um protocolo de psoríase para profissionais da saúde da rede pública municipal, produzido pela Secretaria Municipal de Saúde.

O evento é realizado com o apoio de empresas da área de saúde, associações, entidades, universidades, faculdades e escolas de saúde, que divulgam o Encontro para que mais pessoas tenham acesso a informações atualizadas sobre estas doenças autoimunes.


Psoríase, Vitiligo, Alopecia ainda não tem cura, mas o preconceito tem e todos que de alguma forma contribuem para mudar a história dessas doenças no Brasil, fazem a diferença ao cooperarem para a realização deste Grande Encontro, que já atingiu mais de 21.000 pessoas, ao longo dos 19 anos de evento.  

Quer saber mais? Clique aqui e veja o evento completo!!

Receba nossas

novidades por

email

    Siga a Cris nas redes:

    © 2021 Cris Monteiro. Todos os direitos reservados.