COMO ANTENAS PODEM AJUDAR NA GERAÇÃO DE OPORTUNIDADES?

17 de junho de 2021

A pandemia escancarou alguns problemas de infraestrutura do Brasil. Imagina você trabalhar de HOME OFFICE SEM INTERNET? Imaginou? Essa é a situação de 46 milhões de brasileiros que não possuem acesso à internet, isso significa que uma a cada quatro (1 a cada 4) pessoas não conseguem ter qualquer tipo de acesso à rede.

Foi votado e aprovado em 1º turno na Câmara Municipal de SP um projeto para facilitar a licitação e instalação de antenas de internet, tornando mais ágil no município a ampliação da cobertura e a possibilidade de construir infraestrutura para o futuro 5g. Assunto MUITO importante.

O preço do serviço de internet no Brasil é considerado um dos mais caros do mundo, e a qualidade deixa a desejar.
Um estudo da The Economist observou que o PIB per capita do Brasil poderia aumentar em 3,8% até 2025, se houvesse mais acesso à rede pelas escolas.

Além disso, a falta de conectividade atinge em cheio os mais pobres acentuando o cenário mais desigual em nossa educação. Enquanto 49% dos alunos da rede pública não têm dispositivos em casa, o número cai para 9% na rede particular.

São Paulo é a principal capital do Brasil, responsável por mais de 10% do PIB deste país. Porém, a distribuição das antenas ocorre de forma desigual, a quantidade é superior nas regiões mais desenvolvidas e o sinal da internet é de boa qualidade, o mesmo não acontece nas regiões mais pobres do município.

São Paulo ainda possui uma qualidade de conexão instável e que deixa a desejar. Possui 7,5 mil antenas para cada 15 mil habitantes – o ideal seria uma antena para cada 2 mil habitantes. Para agravar esse cenário, a cidade ainda ficou em penúltimo lugar em pesquisa que constata a facilidade de se construir novas antenas.

Essas novas antenas devem ser implementadas com critérios democráticos, inclusivos e transparentes. Precisamos discutir ações para universalizar o acesso à internet. Ficar sem acesso à essas tecnologias é o equivalente a não ter um ônibus para levar os alunos às aulas, ou não ter um livro para estudar.

Clique aqui para ver a matéria em meu Instagram!

Receba nossas

novidades por

email

    Siga a Cris nas redes:

    © 2021 Cris Monteiro. Todos os direitos reservados.