Bairros da cidade de São Paulo abandonados? Entenda melhor

5 de abril de 2022

Mesmo com o abrandamento das restrições da pandemia, o eixo Faria Lima- Vila Olímpia e regiões adjacente não retornaram ao movimento original.

No final de 2021, a vacância de imóveis já chegava a 29,4%. Isso ocorre porque muitas empresas adotaram dinâmicas que dependem menos do trabalho presencial, e por isso perderam a necessidade de manter um escritório grande e caro nesse centro financeiro.

Infelizmente, esta era uma tragédia anunciada. Regiões que se especializam em apenas uma atividade acabam caindo em decadência. Por isso é tão importante que bairros tenham esse “mix” de funções, unindo residencial e comercial no mesmo lugar.

Por outro lado, o eixo Jardins-Faria Lima, que mescla as funcionalidades, começou 2021 com vacância de 12%, mas no final do ano já tinha se recuperado, chegando a apenas 9%

O QUE FAZER?

Uma possível solução é alterar o perfil do edifício, tornando prédios comerciais com alta vacância em uso misto. Isso possibilita que moradores e empresas dividam o uso do mesmo prédio, tornando os bairros mais dinâmicos e impedindo seu esvaziamento. O Senado Federal aprovou Projeto de Lei que permite que 2/3 dos condôminos de um prédio sejam suficientes para decidir essa mudança de perfil. O projeto agora tramita na câmara e, se aprovado, poderá ajudar a restabelecer o movimento nessas regiões e colaborar com o adensamento urbano.

Quer saber mais? Clique aqui e veja a matéria em meu instagram!

Receba nossas

novidades por

email

    Siga a Cris nas redes:

    © 2021 Cris Monteiro. Todos os direitos reservados.