Projeto de Lei que combate a Evasão Escolar em SP foi aprovado em primeira votação

8 de abril de 2021

A Educação no Brasil tem vários problemas, mal uso dos recursos, de estrutura, falta de modernização, entre outros. Mas pouco se fala de outro tema muito importante, e que será um grande desafio em tempos de pandemia: a evasão escolar.

Há muitos anos o Brasil enfrenta o desafio do abandono e da evasão escolar. Nossos jovens desistem dos estudos por inúmeros motivos e os prejuízos econômicos e sociais para o país são profundos.

Pesquisadores do Insper estimam que o custo da evasão escolar no Brasil, isto é o custo aos cofres públicos de jovens que não concluem a educação básica é de R$ 214 bilhões por ano.

As consequências do abandono escolar durante a adolescência são muito prejudiciais ao longo da vida. As chances de se ter uma saúde mais frágil, menor renda e se envolver com criminalidade aumentam.

A necessidade de auxiliar financeiramente na renda familiar, a falta de interesse pelo ambiente escolar, a dificuldade no aprendizado, a dificuldade de acesso à escola, a gravidez precoce, o bullying e a falta de incentivo dos pais e responsáveis são fatores que influenciam na desistência do aluno.

Infelizmente, a expectativa para os próximos anos é ainda pior tendo em vista as consequências da paralisação das aulas em decorrência da pandemia do coronavírus. As redes privadas de ensino se saíram melhor na oferta de atividade de ensino remoto em relação aos alunos da rede pública.

O jovem paulistano não vê propósito na escola pública. A jornada escolar é fator primordial para execução de um processo educacional completo, por isso são tão eficazes as escolas que adotam programas de ensino integral.

Por todos esses motivos a vereadora Cris Monteiro (Novo/SP) apresentou o Projeto de Lei (PL) 76/2021, que institui a Política de Combate ao Abandono e Evasão Escolar, que visa reparar um problema que vem sendo carregado há muitos anos e em muitas gestões na cidade de São Paulo.

“Com muito entusiasmo anuncio que o nosso PL foi aprovado em primeira votação, nesta 4ª feira (7/04). O projeto seguirá agora para a segunda votação e em sendo aprovado, ele seguirá para a sanção do Prefeito. A educação é o único caminho para que TODOS tenham as mesmas oportunidades. Trabalhamos para isso!”, enfatiza Cris Monteiro.  

Quer saber mais? Clique aqui e leia o PL

Receba nossas

novidades por

email

    Siga a Cris nas redes:

    © 2021 Cris Monteiro. Todos os direitos reservados.